Escrito por Ricardo de Castro Barbosa    Sex, 23 de Julho de 2010 20:06    PDF Imprimir E-mail
Por que Governança SOA
Por: Ricardo de Castro Barbosa -

Governança, segundo o Michaelis, é “sf (governo+ança) Administração, governo”. Até aí, nenhuma novidade. Pelo menos economizei o tempo de muitos de vocês em consultar um dicionário. Porém, colocando isto no mundo empresarial, especificamente no domínio TI no final dos anos 1990, percebemos a preocupação em se controlar a escalada de custos que aconteceu com o advento da internet e do famoso bug do milênio.  Governança TI passou a ser a “bola da vez”. As boas práticas fornecidas pelo ITIL ganharam um bom espaço, assim como o COBIT. E agora surge mais um movimento, desta vez em função da adoção de SOA, a Governança SOA.

Em primeiro lugar é necessário esclarecer que Governança SOA é uma extensão das práticas já existentes na empresa. (É claro que esta extensão pode ser bastante significativa, caso não existam estas “práticas” na empresa, mas isto já é outra história).

Governança SOA surgiu em função dos novos paradigmas de desenvolvimento de sistemas que uma Arquitetura Orientada a Serviços exige.  Em outras palavras, os projetos de desenvolvimento não são específicos para uma área. Passam a ser projetos para a empresa, uma vez que se constroem Serviços que podem, e devem, ser utilizados por toda a empresa. O objetivo de “fazer sistemas funcionarem” passa a ser “fazer serviços trabalharem juntos”. Com isto surgem problemas relacionados a Conformidade (Legislação, Órgãos reguladores,...), Orçamento (Quem constrói, quem paga,...), Controle de Mudanças (Versionamento), Performance (QoS) e, principalmente a necessidade de Mudanças de Paradigma. Daí o surgimento de Governança SOA.

Vamos colocar um olhar um pouco mais aguçado sobre o significado de Governança. Ter governo sobre algo significa obter das pessoas um determinado comportamento. Para isto é fundamental que a empresa tenha bem claro, e mensurável, quais objetivos quer atingir, no caso com a adoção de SOA. A partir daí se criam Políticas, que são regras gerais que conduzem as pessoas ao comportamento desejado. No caso de SOA, as Políticas devem cobrir aspectos de Negócio, Organizacionais, de Conformidade, de Segurança, Tecnologia, Comunicação, etc. Mas simplesmente enunciar as políticas ainda não é suficiente. O quadro se completa com os Processos, que se estabelecem para garantir que as Políticas sejam seguidas. Por Processos deve se entender os Processos Governados, que tratam do desenvolvimento dos Serviços e das Soluções, e os Processos de Governança, que usamos como instrumento para checar se os Processos Governados estão sendo devidamente seguidos. Deve se buscar um equilíbrio entre uma postura de aconselhamento, que talvez não seja suficientemente firme para provocar mudanças, e uma postura policialesca, que pode gerar fortes reações.

Se queremos mudar um paradigma estamos querendo mudar o comportamento das pessoas. Portanto fica claro a importância da Governança SOA que não se restringe a ser uma ferramenta de controle, mas sim a responsável por promover a mudança de paradigma.

Adotando um modelo adequado de Governança SOA desde o primeiro instante de uma iniciativa SOA estaremos protegendo os investimentos, que não têm sido nada modestos.

Ricardo de Castro Barbosa é diretor da Soa Master Educação e Consultoria Ltda.
Última atualização ( Sex, 26 de Julho de 2013 16:18 )
 

Endereço

Avenida Sagitário, 138, Torre 1, Sala 301 - Alphaville Conde II 

Barueri – São Paulo  CEP 06473-073

(11) 4191-6051 / (11) 4191-3970

Fotos dos Cursos         

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.